Quarta Igreja Presbiteriana de Suzano Igreje Presbiteriana do Brasil

Pastorais

PEDRAS DE TROPEÇO

Indique para um amigo

Seu nome:
E-mail amigo:
Enviar
Data: 23/05/2010

Há sete barreiras para alcançarmos um casamento bem-sucedido – sete pedras nas quais um marido pode tropeçar (e muitas vezes tropeça), se pudermos acreditar no que as mulheres dizem. Se o marido puder evitar essas sete dificuldades, sua mulher julgar-se-á a mais afortunada das esposas.

Este é o relatório de esposas que foram pesquisadas por uma agência de Bruxelas. Esses sete obstáculos também são mencionados por esposas em todos os países desenvolvidos e alguns países não desenvolvidos. São perigos tão freqüentes, que todo marido já deveria conhecê-los bem.

  1. A falta de carinho foi colocada no topo da lista, pela maioria das mulheres. “Um homem cheio de energia e habilidade certamente pode demonstrar carinho à esposa; mas a falsa timidez ou a falsa modéstia muitas vezes o impede de fazer isto”. – queixou-se certa esposa.
  2. Intimamente relacionada com isso vem a cortesia ou a polidez. Muitos têm observado que todo casamento seria bem-sucedido, se os cônjuges fossem tão corteses, um com o outro, como são com as pessoas estranhas.
  3. Sociabilidade em família veio em seguida na lista de qualidades desejáveis. “Meu marido é um tipo de pessoa muito agradável quando está na companhia de outras pessoas. Por que ele não pode usar essa qualidade em casa? Ao contrário disso, ele mergulha em um silêncio enfadonho, logo que entra em sua própria casa”.
  4. Os esposos devem compreender o temperamento e as peculiaridades de sua esposa, mostrando-se mais pacientes.
  5. Sinceridade em questões financeiras veio em seguida na lista.
  6. Não fazer observações maldosas, nem zombar da esposa na presença de outras pessoas ou dos filhos. – esta foi uma exigência da qual nenhuma esposa abriu mão.
  7. Finalmente, honestidade, fidelidade e franqueza.

(Este texto foi extraído do livro: Felicidade no Lar – J.A. Petersen)