Quarta Igreja Presbiteriana de Suzano Igreje Presbiteriana do Brasil

Pastorais

CUIDADO COM OS "GENÉRICOS"!

Indique para um amigo

Seu nome:
E-mail amigo:
Enviar
Data: 20/06/2010

“Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho”  Gálatas 1.6

O problema que deu origem à carta aos gálatas era a presença e atuação perniciosa dos judaizantes no seio das igrejas. Tais elementos ensinavam que o arrependimento dos pecados e a fé em Cristo não eram suficientes para a salvação. Era necessário também observar os preceitos da lei de Moisés. Com isto, estes falsos mestres contestavam a autoridade do apóstolo Paulo e negavam a validade de sua pregação. E o que é mais triste – os crentes da Galácia (Ásia Menor) estavam dando ouvidos a estes homens e se afastando da verdade evangélica. (OBS: Qualquer semelhança deste período quando o apóstolo Paulo escreve sua carta, será mera coincidência com os nossos dias?)

Assim sendo, Paulo inicia sua carta reafirmando a sua autoridade apostólica, conferida pelo próprio Deus, censura aqueles cristãos por sua falta de convicção; e relembra a essência do evangelho; a nossa redenção e libertação operadas por Cristo, mediante sua morte e ressurreição, tendo como base somente a graça de Deus, e não méritos humanos. Finalmente o apóstolo condena veementemente o “outro evangelho” que estava sendo anunciado, falso, ilegítimo, procedente dos homens e não de Deus.

A observação em forma de pergunta feita ainda pouco, não é sem motivo: O mesmo acontece em nossos dias, quando se multiplicam as reinterpretações do evangelho, não só em outras religiões, mas no âmbito do próprio cristianismo. Não vamos deixar sermos impressionados com discursos bem articulados, com aparência de piedade, discursos que trazem prejuízos enormes a fé cristã, que ao invés de aproximar o pecador da graça soberana de Deus, o afasta o Deus Vivo.  Antes permaneçamos na fé, que uma vez por todos foi entregue aos santos, alicerçados na Palavra de Deus e firmes. Não nos  afastemos da esperança do evangelho que ouvimos. Cuidado com os genéricos! – “Por esta razão, importa que nos apeguemos, com firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos”.  Hebreus 2.1

Pr. Edvaldo Falsetti